sparte-edit-retrospectiva2020-ABRE2
Adeus, ano velho

Retrospectiva 2020: as mais lidas do ano

Giovana Christ
17 dez 2020, 11h12

A medida que o ano de 2020 chega ao final, aproveitamos para relembrar quais os conteúdos que mais impactaram nossos leitores. De entrevistas com artistas contemporâneos fazendo a diferença na cena nacional e internacional, à análises aprofundadas de correntes artísticas e até explicação das referências do curta da Beyoncé. Confira a lista dos textos mais lidos do ano no nosso site, aproveite para reler e esquentar os motores para 2021, que promete muito conteúdo de qualidade!

Still de "Black is King" (2020), Beyoncé Knowles-Carter, Kwasi Fordjour, Emmanuel Adjei, Blitz Bazawule, Ibra Ake, Jenn Nkiru, Jake Nava, Pierre Debusschere, Dikayl Rimmasch (Foto: Divulgação)

Still de "Black is King" (2020), Beyoncé Knowles-Carter, Kwasi Fordjour, Emmanuel Adjei, Blitz Bazawule, Ibra Ake, Jenn Nkiru, Jake Nava, Pierre Debusschere, Dikayl Rimmasch (Foto: Divulgação)

Black is King: Uma análise decolonial

A obra “Black is King” da cantora Beyoncé deu o que falar na internet e acendeu debates que colocaram em discussão aspectos da representação da África em obras contemporâneas. Em parceria com os diretores ganeses Emmanuel Adjei e Blitz Bazawule e os nigerianos Jenn Nkiru e Ibra Ake, Beyoncé apresenta em seu curta a visão de diversas Áfricas, como o deserto com seus povos nômades; as savanas; a África ocidental, tropical, com rios e cachoeiras. No texto mais lido do ano no site da SP-Arte, Ana Beatriz Almeida, mestre em História e Estética da arte, curadora e artista, analisa e explica as referências trazidas pelo time de diretores para a obra que abalou a internet com seu lançamento.

Uýra Sodoma, Emerson Munduruku (Foto: Cortesia do artista)

Uýra Sodoma, Emerson Munduruku (Foto: Cortesia do artista)

20 artistas em 2020 

Logo no começo do ano, convidamos os curadores Bernardo Mosqueira, Fernanda Brenner, Júlia Rebouças, Luisa Duarte e Thiago de Paula Souza para indicarem artistas que eram apostas de destaque para o ano de 2020. Por mais que o ano não tenha seguido os caminhos planejados por todos, releia o texto para conferir quem bombou ou não nesse ano e rever quais as tendências que o mundo da arte seguiu durante 2020!

landart-superdestaque-destaque-2360x1100

Land art vista de cima

Um movimento artístico que surgiu nos Estados Unidos e no Reino Unido entre as décadas de 1960 e 1970, na land art as obras são feitas ao ar livre utilizando os próprios elementos naturais – como água, terra ou vegetação. O Google Earth criou um mapa mundi interativo pelo qual você pode realizar uma visita guiada a dez obras de land art que podem ser vistas pelo espaço. Veja mais no terceiro texto mais lido do ano!

Igi Ayedun em sua residência em Marrakech (2019) (Foto: Cortesia da artista)

Igi Ayedun em sua residência em Marrakech (2019) (Foto: Cortesia da artista)

Conversa com Igi Ayedun

Barbara Mastrobuono, nossa editora, conversou com a artista, curadora e galerista Igi Ayedun. A diretora da revista digital MJOURNAL, fundadora da Escola Efêmera AEAN e da galeria HOA Art fala sobre suas atuais pesquisas, o uso de cores em seus trabalhos e suas inspirações que vêm de todos os cantos do mundo, dada sua experiência internacional desde cedo em sua vida. Saiba mais sobre Igi Ayedun e seus processos!

Obra de Emygdio de Barros, um dos pacientes mais ilustres do Engenho de Dentro (Foto: Museu de Imagens do Inconsciente)

Obra de Emygdio de Barros, um dos pacientes mais ilustres do Engenho de Dentro (Foto: Museu de Imagens do Inconsciente)

Arte e saúde mental: uma relação histórica no Brasil

Além da preocupação em manter a integridade física – individual e comunitária –, outra questão surge em tempos de pandemia mundial: como garantir uma mente sã durante a quarentena? A livre expressão dos sentimentos e do inconsciente por meio das práticas artísticas e corporais pode fazer parte da solução. O texto da jornalista e cientista social Yasmin Abdalla percorre o histórico da ligação entre arte e saúde mental no Brasil, focando na trajetória de Nise da Silveira, psiquiatra e terapeuta precursora no uso de atividades artísticas e musicais como método de tratamento psiquiátrico. O quinto texto mais lido de 2020 é imperdível!

"Natureza morta vermelha" (2017), Ana Elisa Egreja (Foto: Galeria Leme)

"Natureza morta vermelha" (2017), Ana Elisa Egreja (Foto: Galeria Leme)

Arte em ambiente doméstico 

A quarentena colocou quase todos nós confiados dentro de casa. O ambiente doméstico passou a ser palco principal de quase todas as atividades cotidianas e não é à toa que diversos artistas passaram a ter esse ambiente como ateliê e fonte de inspiração. É com esse enfoque que o crítico de arte Felipe Molitor pensa as obras dos artistas Valeska Soares, Alair Gomes, Ana Elisa Egreja, Leticia Parente e Anna Maria Maiolino neste ensaio. Confira as obras de arte incríveis que o texto apresenta!

Animação "Persépolis" (2007), Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud (Foto: Divulgação)

Animação "Persépolis" (2007), Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud (Foto: Divulgação)

As histórias em quadrinhos como manifestação artística

Caio Blanco, especialista de marketing digital, fala sobre o reconhecimento das histórias em quadrinho no campo das artes visuais e os diversos estigmas criados à sua volta, como sua mediação através de bancas de jornais, a noção de que são para a leitura de crianças e de adolescentes apenas, sua produção em massa e outros obstáculos que são colocados em sua valorização como arte. Entenda mais sobre a integração de manifestações artísticas como desenho, pintura, arquitetura, expressão cênica e narrativa literária dentro das histórias em quadrinhos e aproveite para ver páginas incríveis de HQs no texto.

sparte-editorial-daniel-jablonski-hor-2360x1100

Introdução à ineconomia

O artista, curador e professor Daniel Jablonski comenta, em seis etapas, como é construída e quais são as dificuldades de se sobreviver da arte, ocupação que muitas vezes é considerada hobbie e não é encarada, financeiramente, como profissão formal. Jablonski também conta sobre a criação do grupo de estudos Trabalhadores da arte, que reuniu um conjunto variável de artistas, curadores, pesquisadores, designers, produtores, atores, educadores, entre outros profissionais da cultura, tanto autônomos quanto assalariados, para discutir por que, afinal, estes não conseguiam pagar suas contas com arte? Leia a reflexão completa no texto de Daniel Jablonski.

"Garatuja" (1978), Marcello Nitsche (Foto: Metrô de São Paulo)

"Garatuja" (1978), Marcello Nitsche (Foto: Metrô de São Paulo)

Coleção subterrânea: obras de arte no metrô de São Paulo

Existe uma exposição de arte em São Paulo que, diariamente, é mais vista do que todas as exposições de museus, galerias e instituições da cidade juntas. Essa coleção está disponível ao público de segunda a domingo, das 4h40 até pouco depois da meia-noite. Ainda não sabe que acervo aberto é esse? Vale a pena reparar melhor nas estações do metrô de São Paulo, quase um verdadeiro museu público e subterrâneo. Nesse texto, contamos a história das obras de arte que estão expostas nas linhas de metrô de São Paulo para você não deixar mais nada passar despercebido em suas viagens!

sparte-edit-serie-o-que-e-art-advisor-7-2360x1100

O que é: art advisor

Texto integrante da série “O que é”, no qual a jornalista Giovana Christ destrincha conceitos fundamentais do mundo da arte. Neste texto, conhecemos o papel do art advisor no meio das artes visuais, que vem se tornando cada vez mais essencial não só para novos colecionadores, mas também para aqueles que já possuem um acervo maior de obras. Nele, conversamos com Julia Porchat, fundadora da Art Ahead, sobre a profissão e o papel desses profissionais. Aproveite também para ler os textos da série sobre curadoria e residência artística.


Giovana Christ é estudante de jornalismo (ECA–USP), entusiasta do carnaval brasileiro e apaixonada por todos os tipos de manifestações culturais. Faz parte da equipe editorial da SP-Arte.

Perfil SP‑Arte

Assine e fique por dentro dos principais acontecimentos do mundo da arte