sparte-edit-serie-o_que_e-art_advisor-7
o que é?

O que é: art advisor

Giovana Christ
3 jul 2020, 13h01

O papel do art advisor no meio das artes visuais vem se tornando cada vez mais essencial não só para novos colecionadores, mas também para aqueles que já possuem um acervo maior de obras. Julia Porchat, fundadora da Art Ahead Advisory, conta que “[o art advisor] tem por profissão buscar referências e conhecimento específico nos campos relacionados às artes visuais. Esse conhecimento é absorvido e então compartilhado de forma acessível com os clientes, que poderão combinar suas experiências pessoais com essas informações.”

O profissional pode, então, desempenhar a função de educar novos colecionadores, facilitar o acesso à obra de artistas que são difíceis de se adquirir, ajudar a fundamentar um conceito para grandes coleções e, de uma forma geral, fazer com que seus clientes façam compras de forma consciente do que estão adquirindo e da história por trás das obras.

“Vivemos numa era com um volume enorme de informações. Isso atinge também a arte. Ao condensarmos essas informações, ajudamos os clientes em suas tomadas de decisões. Essas informações ajudam na criação de experiências em arte, o que proporciona não só o engajamento mas também um formato prazeroso de absorção de conhecimento”, diz Julia.

No entanto, o atendimento pode ser diferente para aqueles que são iniciantes no colecionismo e para os que já estão no mundo da arte há certo tempo. No primeiro caso, o art advisor usa sua experiência para guiar a entrada no imenso mundo da arte e apresentar os desdobramentos que uma coleção pode tomar ao longo do tempo. No segundo caso, o papel pode ser de organizar a coleção existente, catalogando as peças já adquiridas, analisando os pontos em que ela pode ser fortalecida, e identificando os gostos do cliente.

Na compra de novas obras, os profissionais viajam para feiras, representando seus clientes, e aproveitam sua vasta gama de contatos no ramo para adquirir obras exclusivas e que poderiam ser mais difíceis de conseguir sem um art advisor. Além disso, o profissional pode cuidar das questões de transporte, embalagens específicas para cada trabalho, questões de seguro, instalação no espaço final e também aconselhar sobre a conservação de cada obra.


Giovana Christ é estudante de jornalismo (ECA–USP), entusiasta do carnaval brasileiro e apaixonada por todos os tipos de manifestações culturais. Faz parte da equipe editorial da SP-Arte.

Perfil SP‑Arte

Assine e fique por dentro dos principais acontecimentos do mundo da arte