A SP-Arte está constantemente em busca de criar e reforçar os laços que unem diferentes agentes do circuito das artes. Por isso, incentiva ações voltadas a artistas, curadores, instituições e galerias. São iniciativas que alavancam oportunidades de educação continuada por meio de bolsas de residência no exterior, oferecidas a criadores brasileiros, e suporte financeiro para o desenvolvimento de projetos criativos.

Saiba também sobre sobre indicação de Túlio Pinto o EFG Latin America Art Award


Prêmio de Residência SP-Arte

_EC06996

Laura Belém, das galerias Athena Contemporânea e Luisa Strina, foi a artista selecionada em 2018 para receber uma estadia de três meses na Delfina Foundation, em Londres – uma das principais organizações voltadas para residência artística no mundo. O prêmio completou seis edições e oferece uma oportunidade única de formação a artistas brasileiros em instituições estrangeiras. Poderiam concorrer ao prêmio artistas brasileiros ou naturalizados, e representados por galerias integrantes da SP-Arte/2018.  A seleção foi feita pelo júri composto por representantes da Delfina Foundation e da SP-Arte.


Illy Sustain Art

_M_S1105

O artista Rodrigo Cass, representado pela Galeria Fortes D’Aloia & Gabriel, foi selecionado para receber o Prêmio Illy Sustain Art que, pela sétima vez, destaca um jovem talento da SP-Arte, com um prêmio em dinheiro. Rodrigo foi escolhido pelo jurado Tiago Mesquita, crítico e professor de história da arte. Para concorrer, os artistas precisavam ter nascido no Brasil, ter até 35 anos completos e ser representados por uma das galerias participantes da SP-Arte/2018. Fundado em 2007, o Illy Sustain Art surgiu com o intuito de revelar e incentivar novos talentos da arte contemporânea em países em desenvolvimento. Entre suas atividades, está o Prêmio Illy que aumentou o valor da premiação para R$ 25 mil.


Prêmio de Arte Marcos Amaro

Brígida Baltar_8402

Brígida Baltar, da Galeria Nara Roesler, foi agraciada com o Prêmio de Arte Marcos Amaro, que ofereceu à artista uma quantia de R$ 25 mil. Em sua segunda edição, o prêmio em parceria com a SP-Arte, visa dar suporte a nomes que tenham se destacado em sua produção criativa. Participaram da seleção o curador Ricardo Resende, da Fundação Marcos Amaro;  Marcos Amaro, artista, colecionador e presidente da Fundação; além do artista Gilberto Salvador, o crítico de arte e curador Agnaldo Farias e a curadora Lisette Lagnado.