Anna Maria Maiolino

Itália


Sobre

Apesar da origem italiana, a formação artística de Anna Maria Maiolino é latino-americana. Precocemente, inicia seus estudos de arte na Escuela de Artes Plásticas Cristóbal Rojas, em Caracas, Venezuela, em 1958. Muda-se para o Rio de Janeiro em 1960 e freqüenta os ateliês de pintura e gravura da Escola Nacional de Belas Artes. Na década de 1960, a artista concentra-se na xilogravura, paralelamente à produção de objetos. As paisagens e cenas de interior, as grandes áreas brancas demarcadas por figuras pretas de recorte suave dão lugar à figuração colorida de cunho narrativo com temas urbanos e/ou relacionados ao cotidiano e à condição da mulher.

Muda-se para os Estados Unidos em 1968 e lá inicia uma produção importante de desenhos, que continua até os dias de hoje. Sua tônica é a investigação da materialidade do papel e os limites de sua espacialidade. A figura sai de cena e dá lugar a novos elementos, como cortes, dobras, costuras com linha, palavras escritas, incisões gravadas etc. Nos anos 1980, a artista volta-se também à pintura. E de certa forma anuncia a preocupação com a gestualidade e a relação com a matéria, presente nos objetos escultóricos de parede e relevos (em argila, gesso e cimento) do início dos anos 1990. Pouco a pouco, Maiolino concentra-se no aspecto manual do fazer artístico e passa a usar quase que exclusivamente a argila. Elabora projetos com grande quantidade desse material, em que a repetição do gesto e seu registro na matéria assinalam enorme concentração de energia.

Fonte: Enciclopédia Itaú Cultural


Galerias


Obras


Exposições