Pedro Motta encerra residência na Colômbia com palestra e nova série fotográfica

24 nov 2015, 18h45

Nesta terça-feira (24), Pedro Motta um dos ganhadores da Bolsa ICCo/SP-Arte em 2015 – inaugura uma exposição sobre sua residência artística na FLORA ars+natura, em Honda, Tolima, na Colômbia.

Na ocasião, Motta encerra sua residência com uma palestra e a apresentação de uma nova obra na entrada do espaço.

“O trabalho constitui em duas séries fotográficas inéditas que partem do conflito entre a natureza e o homem”, conta o artista. “A primeira é composta por sete imagens 20 x 20 cm de Armero, cidade soterrada pela lama do Vulcão Ruiz em 1985. Cada moldura possui uma imagem fotográfica da cidade (ou do que restou dela). Esta montagem foi realizada especialmente na sede da Flora, em Bogotá, como parte de finalização da residência. A montagem contém ainda imagens em P&B que são coladas ao fundo. Nessas imagens, desenhos de dois personagens de filmes do diretor alemão Werner Herzog são introduzidos em paisagens da região de Honda. Os personagens de Klaus Kinski pertencem aos filmes Fitzcarraldo (1982) e Aguirre, a Cólera dos Deuses (1972).”

“Cria-se assim uma narrativa de dois tempos e duas histórias distintas, mas com o propósito de convergir e discutir ações oriundas de transformações da natureza, seus limites e suas potencialidades”, finaliza.

Marcam presença também os artistas chilenos Rosa Apablaza e Alejandro Leonhardt, ganhadores de Bolsa da Galeria Gabriela Mistral, que abrem seus ateliês para mostrar os resultados de sua residência em Bogotá.

Saiba mais sobre o trabalho do brasileiro no site da instituição.