Galeria Marcelo Guarnieri abre coletiva que tem natureza-morta como eixo

1 mar 2016, 17h11

A filial paulistana da Galeria Marcelo Guarnieri inaugura no próximo sábado (05) a exposição coletiva “Natureza-Morta”.

Trabalhos de seis artistas – os brasileiros Iberê Camargo, Ana Sario, Flávia Ribeiro e Gabriela Machado, além da alemã Eleonore Koch e do fotógrafo japonês Masao Yamamoto –, de diferentes origens e processos, mostram a complexidade do tema na produção contemporânea.

Não se trata de um grupo de nomes que trabalham ou trabalharam exclusivamente com o tema natureza-morta, mas de um recorte específico dentro da produção de cada um, indicando caminhos e interpretações a partir da tradição pictórica.

A seleção apresenta obras nos mais diversos suportes: fotografia, pintura, desenho e escultura.

“Natureza-Morta” segue em exibição até 30 de março. Anote o endereço: Alameda Lorena, 1966. Mais informações no site.