Coletiva na Casa Triângulo reúne trabalhos em torno do universo Trans

29 set 2015, 15h58

A Casa Triângulo apresenta a partir de sábado (03) a coletiva “Transborda”, que reúne a produção de dez artistas sobre o universo trans.

A mostra é composta por fotografias, vídeos, pinturas, esculturas e performances, além da apresentação da banda cearense Verônica Decide Morrer na ocasião da abertura.

Os trabalhos presentes promovem a reflexão sobre a questão da identidade de gênero. Segundo o curador Yuri Firmeza, “a exposição tem como mote conceitual o corpo e as relações que ele inventa como forma de resistência”.

Um dos destaques é a vídeo-instalação “Sergio e Simone” (2009/2014), de Virgínia de Medeiros, exibida na 31ª Bienal de São Paulo em 2014 e premiada no 18º Festival de Arte Contemporânea Videobrasil com o Prêmio de Residência ICCo.

“Transborda” fica em cartaz até 07 de novembro e a Casa Triângulo está na Rua Pais de Araújo, 77. Saiba mais sobre a mostra no site.