SP-Foto e Escrevedeira lançam ciclo de conversas sobre fotografia e literatura

11 jul 2019, 16h39

As relações entre fotografia e literatura são o mote de um novo ciclo de conversas que a SP-Foto lança nesta 13ª edição, em parceria com a Escrevedeira – espaço de cursos e eventos literários em São Paulo. Concebido pelo escritor e crítico de arte João Bandeira, “Olho no Olho – Fotografia & Literatura” apresenta três mesas, que se dividem entre a sede da Escrevedeira, dias 10 e 17 de agosto, na Vila Madalena, e a SP-Foto, que acontece de 21 a 25 de agosto, no Shopping JK Iguatemi.

Na programação do ciclo, profissionais da escrita convidam fotógrafos renomados a falarem sobre autores e livros que influenciaram sua produção imagética. Bob Wolfenson conversa com o jornalista e editor Matinas Suzuki Jr. a respeito do trabalho do fotógrafo norte-americano Walker Evans no livro “Elogiemos os homens ilustres”; em diálogo com o escritor e artista Alberto Martins, Maureen Bisilliat reflete sobre seus ensaios fotográficos inspirados por obras literárias como “Grande sertão: veredas”; e Cristiano Mascaro faz à escritora Noemi Jaffe um relato afetivo acerca de Clarice Lispector e outros autores marcantes para seu trabalho.

Confira abaixo a programação completa!


Bob Wolfenson & Matinas Suzuki Jr.

Quando o fotógrafo Walker Evans e o jornalista James Agee se uniram a pedido da revista Fortune para retratar os efeitos da Grande Depressão no interior dos Estados Unidos, provavelmente não imaginaram que mudariam os rumos do jornalismo norte-americano. Recusado pela revista por romper os padrões de redação da época, o trabalho conjunto resultou no livro “Elogiemos os homens ilustres”, que se tornou um clássico do jornalismo literário e da reportagem fotográfica, ao retratar lavradores pobres do Alabama, em 1936. Publicado em português pela Companhia das Letras, sob coordenação de Matinas Suzuki Jr., o livro realizado por Evans e Agee é o tema do encontro entre o editor e Bob Wolfenson, um dos mais renomados retratistas da atualidade. Bob reflete sobre como o trabalho de Evans ecoa em sua produção autoral, incluindo uma série de “fotografias de rua” menos conhecida pelo público.

Quando e onde

10 de agosto, às 11h
Escrevedeira – R. Isabel de Castela, 141


Maureen Bisilliat & Alberto Martins

Marcada pela leitura de “Grande sertão: veredas”, Maureen Bisilliat encarou o desafio de fotografar o sertão mineiro, onde se passa a obra de Guimarães Rosa. Encorajada pelo próprio autor – Bisilliat trocava relatos e ideias com Rosa –, a fotógrafa inglesa radicada no Brasil publicou, em 1969, “A João Guimarães Rosa”, ensaio-homenagem àquele que mais fortemente traduziu o sentimento de um Brasil profundo. Na série, Maureen selecionou trechos que considerava significativos do romance e os aliou a suas fotografias de paisagens e seus retratos de sertanejos. A partir dessa experiência, sua relação com a literatura brasileira se estreitou ainda mais: obras de Drummond, Euclides da Cunha, João Cabral, Adélia Prado e Jorge Amado foram a base de diversos outros ensaios da fotógrafa. Em diálogo com o escritor e artista Alberto Martins, ela fala da convivência com alguns desses autores e das paixões literárias que moveram suas aventuras fotográficas.

Quando e onde

17 de agosto, às 11h
Escrevedeira – R. Isabel de Castela, 141


Cristiano Mascaro & Noemi Jaffe

A terceira mesa de “Olho no Olho – Fotografia & Literatura” integra também a programação do Talks, ciclo de palestras oficial da SP-Foto, que acontece no Cubo, espaço recém-inaugurado no Shopping JK Iguatemi. Na conversa de encerramento, Cristiano Mascaro – um dos mais importantes fotógrafos do país, conhecido por sua fidelidade ao registro em preto e branco das populações de diversas regiões brasileiras e de marcos arquitetônicos de várias partes do mundo – confidencia à escritora e crítica literária Noemi Jaffe sua concepção do papel do fotógrafo como uma espécie de cronista da vida. Partindo dessa ideia, Mascaro fala de sua relação íntima com a literatura e em que medida certos livros de nomes seminais desse universo, como Clarice Lispector, Ernesto Sabato, Italo Calvino e o crítico Antonio Candido, têm sido motivo de inspiração na longa trajetória de sua produção fotográfica.

Quando e onde

Dia 23 de agosto, às 17h
Cubo, no JK Iguatemi – Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041


Artistas Relacionados