visitacao-01

Expositores


Galerias

A SP-Arte chegou a 2019 como a principal plataforma de divulgação e comercialização de obras de arte no Brasil. E para comemorar nossos quinze anos de atuação, reunimos importantes expositores do Brasil e do mundo ao longo de cinco dias no Pavilhão da Bienal. As galerias de arte foram divididas em cinco setores: Geral, Solo, Masters, Performance e OpenSpace.

2019
124 galerias


Geral

JM__7246_baro

Este é o maior setor do Festival, apresentando grandes galerias brasileiras e de países como Alemanha, Chile, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Portugal e Uruguai. Obras de artistas consagrados e em ascensão se espalharam pelas curvas do prédio desenhado por Oscar Niemeyer.

2019
112 galerias


Solo

Detalhe do estande de Nicole Franchy no setor Solo (Foto: Ênio Cesar para SP-Arte 2019)

Dedicado a galerias interessadas em desenvolver projetos focados em um único artista, o setor Solo exibiu, na edição 2019, trabalhos de latino-americanos que refletem sobre as múltiplas identidades do continente. A chilena Alexia Tala foi responsável pela curadoria.

2019
17 galerias


Masters

JM__8137_masters-superficie

Com o objetivo de criar uma exposição histórica e apresentar nomes relevantes para o desenvolvimento da arte brasileira, o setor focou em artistas do século XX, que desenvolveram trabalhos no contexto pós-Guerra (1950–1980). Em 2019, a curadoria foi do crítico de arte Tiago Mesquita.

2019
14 galerias


Performance

JM__6913

Sob curadoria de Marcos Gallon, as seis ações desta 15ª edição aconteceram em horários alternados e deixaram vestígios pelo Pavilhão da Bienal. Um destes trabalhos foi adquirido pela SP-Arte e doado à Pinacoteca de São Paulo, incentivando a inserção da performance nos contextos comercial e institucional da arte.

2019
6 expositores


Openspace

_EC03591

Com curadoria de Cauê Alves, o novo setor OpenSpace funcionou tal como um parque de obras de arte, convidando os visitantes do Festival a transitar pelo exterior do prédio de Oscar Niemeyer. Na Praça das Bandeiras, uma das principais entradas para o Pavilhão, outros trabalhos completaram a exposição.

2019
15 galerias