Galerias

geral-03

Há 14 anos, a SP-Arte reúne em São Paulo algumas das instituições mais importantes do cenário artístico nacional e internacional. Em 2018, o Festival trouxe a esse epicentro cultural mais de 160 galerias, que se dividiram em três setores: Geral, Solo e Repertório.

2018
132 galerias


Geral

Este é o maior setor do Festival, reunindo galerias de todo o mundo. Obras de artistas consagrados e em ascensão se espalharam pelas curvas do prédio desenhado por Oscar Niemeyer durante os dias de SP-Arte.

2018
108 galerias


Solo

Dedicado às galerias interessadas em desenvolver projetos focados em um único artista, o setor Solo reuniu criadores de diferentes gerações e estilos. A curadoria para 2018 ficou a cargo de Luiza Teixeira de Freitas, que já foi colaboradora da galeria Tate Modern. Este foi o terceiro ano de Luiza à frente do setor.

2018
16 galerias


Repertório

Em sua segunda edição, o Repertório manteve um recorte artístico cronológico focando em trabalhos produzidos durante a década de 1980. Curado por Jacopo Crivelli Visconti, o objetivo do espaço foi criar um diálogo entre artistas internacionais menos conhecidos no Brasil e nomes historicamente relevantes para a arte no país.

2018
13 galerias


Design

design-06

Pela terceira vez, a SP-Arte reservou um setor dedicado exclusivamente ao design. Peças de mobiliário, iluminação e antiguidades – assinadas por designers renomados, além de jovens em destaque – ganharam espaço.

2018
33 expositores


Editorial

editorial-01

Foi possível dispor de uma ampla seleção de publicações sobre arte moderna e contemporânea, além de livros de artista, em estandes das mais renomadas editoras do ramo. A seção também acolheu variados lançamentos editoriais e sessões de autógrafos, que contaram com a presença de autores e criadores.

2018
24 expositores


Museus

museus-01

Renomadas instituições culturais brasileiras estiveram na SP-Arte/2018, com ações que fortalecem a visibilidade de suas coleções e a compreensão da arte em geral.

2018
10 museus


Performance

performance-01

O setor Performance da SP-Arte ganhou, pela primeira vez, uma curadoria específica. Paula Garcia, artista e colaboradora do Marina Abramovic Institute, assumiu o posto e elegeu, para esta edição, cinco trabalhos de longa duração que aconteceram simultaneamente e se estenderam por todo o período do Festival. O setor teve, também, um ambiente dedicado, onde o público fez uma imersão na potência da arte performática.

2018
5 expositores