"Catadora" (2018), José Bento (Foto: Divulgação / Galeria Millan)
Projetos Especiais

A mão do artista protagoniza exposição organizada por Ricardo Sardenberg na 16ª SP-Arte

SP-Arte
11 mar 2020, 17h39

Atenção: A SP–Arte 2020 foi cancelada devido à pandemia de COVID-19. Em breve, confira novidades sobre a 17ª edição do Festival Internacional de Arte de São Paulo, a ser realizada de 14 a 18 de abril de 2021.

Acima: "Catadora" (2018), José Bento (Foto: Divulgação / Galeria Millan)

A arte confeccionada pelas mãos é o mote de uma exposição integrante dos Projetos Especiais da 16ª SP-Arte. Organizada pelo curador convidado Ricardo Sardenberg, a mostra “Manufatura” reunirá trabalhos em diferentes linguagens numa espécie de homenagem ao fazer manual. 

“A palavra ‘manufatura’ possui duplo sentido: trata daquilo que é fabricado em série, fala de escala industrial, mas também diz respeito a tudo que é produzido diretamente pelas mãos, de outra ordem simbólica”, afirma o curador. “Se a celebrada era digital supostamente nos levará à emancipação com uma nova organização do trabalho, muitos artistas persistem em técnicas e gestos que somente eles poderiam imprimir, mesmo que seja em um ready-made. A fatura da mão que é a mais-valia destes objetos”.

A curadoria não seguirá nenhum recorte geográfico ou temporal, contemplando artistas de diferentes gerações e pesquisas poéticas. Entre os confirmados estão Clarissa Tossin, José Bento, Alex Cerveny, Moisés Patrício e Artur Barrio. 

Através da exposição “Manufatura”, assim como os demais Projetos Especiais da 16ª edição, a SP-Arte pretende ampliar as oportunidades de participação para as galerias escaladas no Festival, além de oferecer ao visitante uma programação especializada e, ao mesmo tempo, diversificada.

Perfil SP‑Arte

Assine e fique por dentro dos principais acontecimentos do mundo da arte