A SP-Arte/Foto/2018 já passou, mas a agenda cultural de São Paulo continua agitadíssima. Saiba mais sobre as mostras em cartaz no mês de setembro

31 ago 2018, 15h22

Setembro tem exposições para todos os gostos. De esculturas a filmes, confira nossa seleção e aproveite a vida cultural na cidade de São Paulo!

 

“Mulheres radicais: arte latino-americana, 1960-1985”, na Pinacoteca

“Mulheres radicais” resgata o trabalho de cerca de 120 artistas mulheres da América Latina, feitos entre 1960 e 1985. A exposição, que já esteve no Hammer Museum, de Los Angeles, e no Brooklyn Museum, em Nova York, é dividida em subtemas: corpo e paisagem, mapeamento do corpo, erotismo, poder das palavras, corpo performático e resistência à dominação, feminismos e lugares sociais, e conta com mais de 280 obras. De 18 de agosto a 19 de novembro de 2018.

 

Berna Reale, na Nara Roesler

Perita criminal, a artista Berna Reale testemunha, em suas obras, a naturalização crescente e exponencial da violência na vida das pessoas. Ela expõe, de 27 de agosto a 27 de outubro, a mostra “Gula”, composta por seis séries fotográficas e uma performance, na Galeria Nara Roesler.

 

Jessica Mein, na Galeria Lume

Sacos de cânhamo e outdoors descascados são destaques da terceira exposição individual de Jessica Mein na Galeria Lume. A mostra é o desdobramento de uma pesquisa desenvolvida pela artista há mais de dez anos sobre a fisicalidade das imagens e a importância dos suportes, superfícies e técnicas. De 25 de agosto até 29 de setembro.

 

O outro trans-atlântico, no Sesc Pinheiros

A exposição coletiva no Sesc Pinheiros celebra a arte na era pós-guerra, quando artistas da Europa Oriental e América Latina compartilhavam um entusiasmo por Arte Cinética e Op Art. De 10 de agosto até 28 de outubro.

 

Melvin Edwards, no MASP

O resgate das histórias afro-atlânticas continuam no Museu de Arte de São Paulo com a individual do americano Melvil Edwards. “Fragmentos linchados” reúne 38 esculturas, metáforas abstratas da violência contra o negro nos Estados Unidos. De 25 de agosto até 11 de novembro.

 

Rochelle Costi, na Luciana Brito

A galeria Luciana Brito recebe a exposição “Reforma”, de Rochelle Costi. A artista capta em fotografias de tamanhos variados detalhes arquitetônicos de diversas regiões do país. De 1º de setembro até 13 de outubro.

 

Bárbara Wagner e Benjamin de Burca, Fortes D’Aloia e Gabriel

A dupla Bárbara Wagner e Benjamin de Burca exibe, na galeria Fortes D’Aloia e Gabriel, o filme “Rise”, fruto do movimento “Reaching Intelligent Souls Everywhere”. O trabalho investiga o universo musical de jovens que se reúnem semanalmente em um centro comunitário em Toronto, no Canadá, e se utilizam da poesia ou da música para compartilhar histórias e experiências pessoais. De 4 de setembro até 6 de outubro.

 

#respirearte

Perfil SP‑Arte

Assine e fique por dentro dos principais acontecimentos do mundo da arte