Carmelo Arden Quin

Uruguai, 1913


Sobre

Pintor, escultor e poeta, o artista plástico uruguaio Carmelo Arden Quin foi um dos
fundadores, em 1946, em Buenos Aires, do Movimento Madi, um dos movimentos
artísticos de maior importância da América Latina. O movimento nasceu com um manifesto de Arden Quin postulando, entre outras coisas, que a geometria mantém o Universo e que o formato como a forma total deve ser uma criação única. Madi aboliu o quadro, e o fez parte essencial da forma da obra. Em 1938, o artista mudou-se para Buenos Aires, integrando um grupo de pintores e escritores da vanguarda argentina.

Participou da exposição "Diagonale", na Galerie Denise René (Paris, 1953), da 2ª a 19ª Bienal de São Paulo (1953 e 1987, respectivamente) e expôs individualmente e em conjunto com o grupo Madi, em galerias e museus da Europa, Estados Unidos e América Latina, destacando-se: a "Mostra retrospectiva", no Centro Cultural de Espanã (Montevidéu, 2010).

Fonte: SIM Galeria.


Galerias



Exposições