Bianca Leite

São Paulo, Brasil, 1985

Sobre

Bianca Leite nasceu em 1985 em São Paulo, onde vive e trabalha. Leite é artista visual, educadora e pesquisadora lésbica e negra. Ao longo de dez anos, a produção da artista busca investigar o conceito de gênero a partir de reflexões ligadas à sexualidade da mulher. Em sua prática, Leite afirma sua identidade negra, que se materializa em forma de autorretratos, desenhos, pinturas abstratas, esculturas e instalações, onde é possível encontrar referências às culturas afro-diaspóricas. As duas vertentes, amparadas por uma constante pesquisa em torno de teorias do feminismo negro, encontram-se dentro da obra de Leite de forma necessariamente interseccional.

Entres as exposições das quais participou estão as coletivas "Tensões contidas", na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (São Paulo, 2018); "Diálogos e transgressões", no Sesc Santo Amaro (São Paulo, 2017); "Entre o que nos forma e nos formata", no Centro Cultural da Penha (São Paulo, 2015); e "Sou uma mulher de tijolos à vista", no Condomínio Cultural (São Paulo, 2015).

Desde 2020, Bianca Leite integra o Levante Nacional Trovoa - coletivo de curadoras e artistas racializadas. Em 2019, Leite torna-se artista residente no centro cultural independente Marieta, no centro de São Paulo.


Galeria

Perfil SP‑Arte

Assine e fique por dentro dos principais acontecimentos do mundo da arte