Oficina Cultural Oswald de Andrade recebe a instalação de Teresa Berlinck e Julio de Paula

6 Sep 2016, 10:05 am

Está em cartaz na Oficina Cultural Oswald de Andrade a instalação Pai dos Burros, projeto conjunto dos artistas Teresa Berlinck e Julio de Paula.

Fundada em questões acerca das formas assumidas pela cultura tradicional na contemporaneidade, a exposição reúne 400 desenhos e uma peça sonora que revisitam e recriam o Dicionário do Folclore Brasileiro, de Luís da Câmara Cascudo, contrapondo-o à memória contemporânea e à Internet.

A obra publicada em 1954 pelo historiador, advogado e etnólogo potiguar, interlocutor de Mário de Andrade, compila práticas culturais tradicionais de todo o país: lendas, superstições, indumentárias, comidas, bebidas, crenças, estilos musicais e danças. Trilhando caminhos paralelos, os autores de Pai dos Burros se propõem a revisitar e “atualizar” verbetes do Dicionário.

Os desenhos de Teresa Berlinck têm como suporte as páginas da obra. Pesquisando no Google Imagens os verbetes destacados no alto de cada página, a artista seleciona imagens que servem de base aos desenhos, feitos em tinta nanquim, a pincel e bico de pena. Por sua vez, a peça sonora de Julio de Paula tem a intenção de transpor para a linguagem sonora um repertório oriundo da tradição oral (ouça fragmentos aqui).

Com curadoria de Maria Catarina Duncan, Pai dos Burros segue exposta até 08 de outubro. Anote o endereço: Rua Três Rios, 363, Bom Retiro. Você encontra mais informações no site das oficinas culturais do Estado.