Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea abre individuais de jovens artistas chilenos

13 Jul 2016, 2:45 pm

A Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea inaugura no dia 16 de julho (sábado) duas novas mostras: Midnight Mañana, de Ignacio Gática, e O tempo está a meu favor, de Martin La Roche.

Os dois jovens nomes são expoentes de uma geração chilena que procura ir além da arte política de grandes nomes contemporâneos do país, como Alfredo Jaar e Ivan Navarro. As pinturas, esculturas e instalações foram criadas para dialogar com a situação atual do Brasil, em contraponto com a do Chile.

A exposição de Gática propõe questionamentos dentro de um cenário em que a linguagem verbal está fragmentada e em crise, gerando slogans políticos falsos, publicidade enganosa e promessas não cumpridas.

Por sua vez, em reflexões sobre a memória e a maneira em que arquivamos nossas experiências, La Roche toma como ponto de partida uma frase do caderno de anotações de Hélio Oiticica (que aparenta referências a uma canção dos Rolling Stones) para uma série de desenhos e objetos.

 

Evento musical

Na ocasião das aberturas, a Casa Nova recebe também o evento musical Justaposições. Com curadoria de Thais Gouveia e Marcos Guzman, a proposta é apresentar performances a partir da agregação de camadas sonoras, em diálogo com as mostras de Ignacio Gática e Martin La Roche.

 

Serviço

Tanto Midnight Mañana quanto O tempo está a meu favor, ficam em cartaz até 27 de agosto. Anote o endereço: Rua Chabad, 61, Jardim Paulista. Mais informações no site da galeria.