Conheça as curadoras que farão parte do Talks

19 Aug 2019, 11:20 am

A SP-Foto traz uma programação gratuita de palestras pensadas especialmente em torno de questões da fotografia e da arte contemporânea. Três curadoras estrangeiras foram convidadas para participar desse ciclo de conversas. Conheça melhor o perfil de cada uma delas e programe-se para assistir ao Talks (confira aqui a programação na íntegra).


Norton se juntou à equipe do New Museum (NY) em 2011, tornando-se curadora em 2017, e, antes disso, havia trabalhado como curadora-assistente no Whitney Museum of American Art (NY). Entre as exposições que curou no New Museum estão “Good Thing You Are Not Alone”, individual de Kaari Upson, e “Sarah Lucas: Au Naturel”, primeira retrospectiva da artista britânica a ser sediada nos Estados Unidos. Norton foi escolhida, junto da curadora Jamillah James (Institute of Contemporary Art), como curadora da próxima Triennale do New Museum, a ser realizada em 2021. No Talks da SP-Foto, Margot conversa com o arquiteto Guilherme Wisnik sobre a imagem na era digital, no dia 22 de agosto, às 17h.


Especializada em fotografia, Barbara Tannenbaum teve uma carreira marcante em importantes instituições estadunidenses como o Akron Art Museum, onde aumentou o acervo de fotografia em cinco vezes, e o Cleveland Museum of Art, onde atua agora. Fez a curadoria da inovadora exposição “A History of Women Photographers”, na qual traça um panorama das conquistas e façanhas de fotógrafas mulheres, e de “DIY: Photographers & Books”, na qual expõe exclusivamente fotolivros de impressão digital, comentando as mudanças na criação e distribuição do meio em frente à revolução digital. Em sua fala no Talks, Tannenbaum comenta como as inovações em técnicas de impressão – influenciando a dimensão e a tiragem de fotografias – desempenha um papel importante em inserir a fotografia no mercado de arte e, consequentemente, em aumentar a precificação dela como objeto. O galerista Mario Cohen, que divide mesa com Tannenbaum, fala do mercado fotográfico brasileiro. A conversa será dia 22 de agosto, às 19h.


A venezuelana Julieta González é uma figura pivô no aprofundamento internacional de conhecimento em torno da arte latino-americana. Durante sua atuação na Tate Modern (Londres), de 2009 a 2012, González transformou a coleção latino-americana da instituição londrina em uma das mais abrangentes e diversas do mundo. Foi curadora da histórica exposição “Memorias del subdesarollo”, que visava mapear instâncias de decolonização da arte na América Latina durante os anos 1960 e 1970. Atualmente, González ocupa o posto de diretora artística do Museo Jumex (Cidade do México). Na SP-Foto, a curadora fala da intersecção entre a fotografia e a arte contemporânea, focando em artistas que se apropriam de fotografias de acervo. Ela divide palco com o jornalista Ronaldo Entler dia 23 de agosto, às 19h.

SP‑Arte Profile

Subscribe and stay in touch with the main events in the world of art