30 Apr–18 Jun 2022

“The state of things”, Waltercio Caldas

Rua Fidalga 125, Sao Paulo



Existem certos eventos que justificam sua expectativa. Em O Estado das Coisas, Waltercio traz a sua produção celebrada por romper padrões da percepção, com obras que se estabelecem entre enigmas e equações e escapam até mesmo de suas soluções. São trabalhos que propõem uma experiência nova ao observador. Para Waltercio, a tarefa dos artistas é melhorar a qualidade do desconhecido. “As obras de arte devem desempenhar inesperadas possibilidades diante do espectador. Uma experiência inaugural”, afirma o artista. Se em sua última exposição na Galeria Raquel Arnaud, em 2017, o artista apresentou uma série de desenhos, desta vez traz cerca de 20 peças inéditas, entre esculturas, objetos, pinturas e desenhos, com montagem criada por ele, como acontece em suas individuais. O conjunto de obras reunidas trata da linguagem do tempo real e contrasta diretamente com o apelo publicitário dos espetáculos e dos realismos virtuais.

Waltercio traz para a cena variadas proporções do real e objetos que parecem se transformar no exato momento de sua percepção. “O mundo está acostumado a aperfeiçoamentos ilusórios através da maquiagem sobre as coisas da arte”, diz. Por isso, para ele, não importam narrativas e temas artificialmente impostos ou mesmo a descrição dos materiais utilizados. Trata-se de “viabilizar a experiência da verdade da arte, colocando-a em situação de presença, em contato com o real vigente”, como escreveu Gilton Monteiro Jr. (O atelier transparente, 2015, IAC). Ao artista interessa investigar os limites da linguagem. Assim, Waltercio coloca suas telas tridimensionais, suporte mais raro em sua produção, tensionadas com os outros objetos da mostra, pois o que persegue é a rebeldia das imagens pintadas.

SP–Arte Profile

Create your SP–Arte profile to receive our newsletters, create your own collections and have an enhanced experience of our website