O artista plástico Ivens Machado faleceu na última terça-feira (12), aos 73 anos de idade, no Rio de Janeiro. Ele caiu de uma escada e não resistiu aos traumas.

Nascido em Florianópolis (SC), o escultor, gravador e pintor foi aluno de Anna Geiger e começou a fazer obras em papel no início da década de 1970, utilizando materiais como folhas pautadas ou quadriculadas, nas quais realizava interferências.

O uso de materiais como ferro, concreto e argila era destaque em seu trabalho, que discutia a memória social e histórica. Suas obras apresentam formas brutas e superfícies irregulares, que evocam o acabamento rústico das casas pobres. Outras peças aludem ao universo sexual, com formas que permitem associações com o corpo humano.

Machado participou por quatro vezes da Bienal de São Paulo (1981, 1987, 1998 e 2004), da Nouvelle Bienal de Paris (1985) e da Bienal do Mercosul. Teve exposições nos maiores museus e galerias nacionais e está presente em diversos acervos e grandes coleções particulares.

Em comunicado, a Galeria Fortes Villaça lamentou o falecimento. “Autor de uma obra importante, o artista foi pioneiro da videoarte no Brasil, além de destacado escultor. Ele foi cedo demais, mas sua obra permanecerá”.

(com informações da Revista Brasileiros)

SP‑Arte Profile

Subscribe and stay in touch with the main events in the world of art