Luciana Brito Galeria inaugura sua primeira mostra individual de Augusto de Campos

28 Jun 2017, 9:40 am

A Luciana Brito Galeria abre no dia 1º de julho (sábado) a mostra O Pulsar, primeira individual de Augusto de Campos em seu espaço, que apresenta uma seleção de trabalhos realizados pelo artista entre 1974 e 1983.

Com curadoria de Daniel Rangel, a exposição apresenta pela primeira vez, nos mais de 60 anos de carreira de Augusto, suas obras em uma galeria de arte.

O recorte temporal revela uma produção marcada pela transição do analógico para o digital. Os poemas são apresentados sob a forma de cartazes com tipografias adesivas (letra-set), vídeos e serigrafia, evidenciando a maneira com que o artista explora o desenvolvimento tecnológico do período.

Como sugere seu título, a mostra orbita em torno do poema “O Pulsar” (1975), da série “Stelegramas”, considerado como o primeiro “poema constelação” de Augusto de Campos e que tem duas versões em cartaz apresentadas na sala central da galeria.

Também ganham destaque outros “poemas estelares” do mesmo período: “S.O.S”, “Todos os sons” e “Inestante”. O vídeo aparece também como suporte, como na versão de “O Pulsar” musicada por Caetano Veloso (1985) e “Todo está dito” (1974/2016).

O Pulsar segue em cartaz na Luciana Brito até 22 de julho. O endereço é Avenida Nove de Julho, 5.162. Saiba mais no site da galeria.

Perfil SP–Arte

Create your SP–Arte profile to receive our newsletters, create your own collections and have an enhanced experience of our website