Circuito Ateliês Abertos: Da República à Vila Madalena

1 Apr 2019, 11:49 pm

O Circuito Ateliês Abertos acontece desde a SP-Arte/Foto, em 2017, quando quatro ateliês compartilhados da Vila Madalena decidiram abrir as portas para uma interação mais próxima entre artistas e público. Este ano, somaram-se a eles estúdios coletivos e individuais da República, no Centro de São Paulo, que participaram pela primeira vez da programação.

Parece que a mistura deu certo: no último sábado, dia 30 de março, os ateliês dos artistas avaf, Bruno Dunley, Pedro Caetano, assim como os coletivos Atelier do Centro, Pivô e Residência Faap – todos no Centro –, receberam o público das 14h às 18h com conversas sobre processos artísticos e bastidores da produção de uma obra de arte. No Atelier do Centro, centro de estudos de arte e pesquisas idealizado pelo artista Rubens Espírito Santo, seus integrantes promoveram visitas pelo espaço e explicaram a obsessão do mentor por organização – e como isso afeta todo o coletivo.

Na Vila Madalena, os já veteranos Fonte, Projeto Fidalga, Hermes Artes Visuais e Vão – Espaço Independente de Arte também participaram do Circuito, recebendo o público das 17h às 21h. Destaque para a conversa “Ateliês abertos: conhecimentos compartilhados”, que aconteceu no Fonte e contou com depoimentos afetivos de Ivan Padovani (Vão), Carla Chaim (Hermes), Nino Cais, Marcelo Amorim (ambos do Fonte), Otávio Zani (Fidalga), e mediação da professora Valquíria Prates (Unesp).

Apresentada pela Stella Artois, a atividade é integrante da Semana SP-Arte, série de eventos pela cidade, concomitantes ao Festival Internacional de Arte de São Paulo.

Veja acima registros da programação!

SP‑Arte Profile

Subscribe and stay in touch with the main events in the world of art