Sobre

A obra de Rodrigo Sassi (São Paulo, 1981) tem seu ponto de partida na relação com a arquitetura urbana e os processos da construção civil, ressignificando os fragmentos, rejeitos e ruínas que coleta em suas caminhadas pela cidade. Testando os limites plásticos de materiais como concreto, madeira, ferro e pedras, seus trabalhos tridimensionais exprimem o fluxo caótico das grandes metrópoles em sua essência viva e suscetível a transformações constantes.

Perfil SP–Arte

Crie seu perfil SP–Arte para receber nossas newsletters, criar suas coleções e ter uma experiência personalizada no nosso site