Sobre

Conjunto de recortes reproduzindo as mais diversas formas atribuídas à "Ilha do Brasil" pelos cartógrafos dos séculos 14 ao 19. Para além de seu caráter "circular", era constante a crença de que a ilha conteria em seu centro uma lagoa, ou seria ainda atravessada por um rio. A madeira utilizada, Muirapiranga, foi muitas vezes confundida com a árvore de seiva avermelhada que deu nome ao nosso país (e talvez à própria ilha). Por essa razão, ela atende oficialmente hoje por "Falso Pau-Brasil".

Perfil SP–Arte

Crie seu perfil SP–Arte para receber nossas newsletters, criar suas coleções e ter uma experiência personalizada no nosso site