Sobre

Leda Catunda desenvolve, desde os anos 1980, uma contundente produção pictórica pautada pelo emprego de materiais de naturezas diversas para criar o que ela chama de “pinturas moles”. Através da costura e da pintura sobre tecidos e plásticos, vestimentas e acessórios mundanos, Catunda constrói um léxico inconfundível que se vale tanto dos gêneros da paisagem e da pintura abstrata quanto da apropriação de signos contemporâneos.
A exposição Leda Catunda & Judy Chicago pode ser visitada no Galpão até 23 de abril.

Perfil SP–Arte

Crie seu perfil SP–Arte para receber nossas newsletters, criar suas coleções e ter uma experiência personalizada no nosso site