Sobre

Texto vital de Kazimir Maliévitch, que sintetiza seu pensamento sobre a História e a Teoria da Arte, FORMA, COR E SENSAÇÃO foi escrito em 1928 e publicado na mais revolucionária revista de arquitetura das vanguardas soviéticas, a ARQUITETURA MODERNA número 5, a convite do construtivista russo Aleksei Gan, editor da revista.

Kazimir Maliévitch, aos 49 anos, já havia realizado sua mais inquietante produção: cenários, figurinos, desenho, pintura, cerâmica, arquitetura, pedagogia e teoria da arte. Imprescindível para quem se dedica à arte, à arquitetura e ao design, mas também para quem pesquisa.

Perfil SP–Arte

Crie seu perfil SP–Arte para receber nossas newsletters, criar suas coleções e ter uma experiência personalizada no nosso site