Sobre

Desde 2010, Rosângela Dorazio utiliza a fotografia como suporte para a gravura. O trabalho acontece em dois momentos: na captação da imagem e na reorganização da mesma através do corte. O risco está presente nesta desconstrução da imagem, pois o arrependimento não é possível.

Perfil SP–Arte

Crie seu perfil SP–Arte para receber nossas newsletters, criar suas coleções e ter uma experiência personalizada no nosso site