Vermelho recebe nova mostra individual de Marcelo Cidade

26 set 2016, 13h05

A Vermelho inaugura no dia 27 de setembro (terça-feira) Nulo ou Branco, mostra de Marcelo Cidade. Em sua quinta individual na galeria, o artista dá continuidade a sua pesquisa em torno da tensão entre o público e o privado. Os trabalhos reunidos propõem intersecções espaciais e temporais, que se relacionam com políticas sociais e o lugar do corpo.

Para a obra que dá titulo à exposição, Cidade teve como modelo as cabines de votação brasileiras. Também construída a partir de cortes e dobras em folhas de papelão, a cabine da mostra foi revestida em cimento, formando uma espécie de “bunker”. No trabalho, o gesto democrático se torna uma experiência que carece de proteção e segurança.

Na ocasião da abertura, acontece o lançamento do novo livro de artista de Cidade, Fogo Fato, uma parceria entre Edições Tijuana e Meli-Melo Press.

 

Iván Argote na Sala Antonio

O colombiano Iván Argote ocupa a Sala Antonio – o cinema da Vermelho – com seu novo filme, Fructose (2016), cuja produção foi comissionada pela CIFO – Cisneros Fountanals Foundation.

No interior do Reino Unido, o governo preserva com cuidado a macieira da qual, diz-se, um fruto em queda teria inspirado Isaac Newton e sua lei da gravidade universal. Partindo dessa anedota e do estado atual dessa lendária árvore, Argote realiza experimentos com imagens em velocidade reduzida, observando o efeito da gravidade sobre diferentes corpos.

 

Serviço

Os trabalhos de Marcelo Cidade e o filme Fructose ficam em cartaz na Vermelho até 05 de novembro. O endereço é Rua Minas Gerais, 350. Saiba mais no site da galeria.