Vermelho recebe nova mostra de Dora Longo Bahia e recriação de clássico de Hitchcock

06.03.2017 – 10h20

A Vermelho inaugura no dia 09 de março (quinta-feira) sua sexta exposição individual de Dora Longo Bahia, intitulada Cinzas. Na mesma ocasião, também estreia na galeria o filme Psicose, de Gisela Motta e Leandro Lima.

Em Olimpíadas, uma das séries que compõem sua individual, Longo Bahia coleciona jornais da época dos jogos no Brasil e pinta sobre cada primeira página a imagem de um palhaço.

São 48 pinturas, feitas sobre capas de três jornais diferentes durante 16 dias de cobertura jornalística do evento. Nelas, a artista faz um comentário sobre se receber um evento das proporções dos Jogos Olímpicos durante uma das maiores crises políticas da história do país.

Para a mostra, a paulistana também selecionou pinturas de diferentes momentos de sua carreira e as cobriu com o mesmo cinza que vem sendo utilizado pela prefeitura de São Paulo para esconder o grafite e a arte de rua na cidade. Seis telas receberam uma camada de tinta cor de concreto sobre suas obras anteriores.

 

Gisela Motta e Leandro Lima na Sala Antonio

Por sua vez, a dupla Gisela Motta e Leandro Lima ocupa a Sala Antonio – o cinema da Vermelho – com o filme Psicose, recriação do clássico de Alfred Hitchcock a partir de imagens e sons adquiridos em diversos bancos de royalty free media.

Todo o material do longa original foi substituído, criando uma nova obra que mantém o original reconhecível, levantando questões a respeito de originalidade, construção e articulação simbólica.

 

Serviço

Cinzas e Psicose seguem em cartaz até 08 de abril. O endereço é Rua Minas Gerais, 350. Saiba mais no site da Vermelho.