SP-Arte lamenta a perda do marchand Jean Boghici

1 jun 2015, 13h01

O colecionador e galerista Jean Boghici faleceu na noite do último domingo (31), no Rio de Janeiro, aos 87 anos. Ele foi internado há 45 dias no hospital Samaritano, depois de sofrer uma embolia pulmonar.

Nascido em 1928, na Romênia, chegou ao Brasil em 1948 fugindo da Segunda Guerra na Europa. Ele iniciou suas atividades de marchand nos anos 1960, quando abriu a Galeria Relevo, na capital fluminense.

Adquiriu obras de artistas como Alfredo Volpi e Di Cavalcanti, e apostou em nomes como Antonio Dias, Waldemar Cordeiro, Ivan Serpa e Rubens Gerchman. À frente da galeria que leva seu nome, em Ipanema, Boghici tinha um rico acervo, com trabalhos de Modigliani, Lucio Fontana, Rodin e Alexander Calder, entre outros. Boghici também foi figura marcante em diversas edições da SP-Arte nos últimos anos.

(Com informações da Revista Brasileiros)