Roberto Alban Galeria de Arte abre individual de Almandrade em Salvador

12 jun 2015, 19h51

A Roberto Alban Galeria, em Salvador, abre na quinta-feira (18) uma mostra individual do artista plástico Almandrade.

A galeria, que estreou na SP-Arte na edição 2015, apresentou exclusivamente trabalhos do expoente baiano da arte conceitual na seção Solo da Feira, sob curadoria de Rodrigo Moura.

Na exposição “Entre a Palavra e o Conceito”, curada pelo francês Marc PottierAlmandrade ocupa as três salas expositivas do espaço, onde poderão ser vistos os diversos suportes e linguagens: poemas visuais, desenhos, pinturas , projetos de instalações, esculturas e objetos.

Algumas dessas obras de época são documentos de uma década situada entre o AI-5, de 1968, e a abertura política brasileira, no início dos anos 1980. Ao longo de sua trajetória, o artista se reinventa e flerta com o contemporâneo.

O trabalho de Almandrade, iniciado em meio ao vigor criativo que marcou a produção artística da década de 1970, tem um traço muito particular: representa a própria universalidade da arte, alternando-se entre a estética construtivista européia e a arte concreta e experimental que explodiu no Brasil na década de 1950, sustentada por nomes como Amilcar de Castro, Lygia Clark, Hélio Oiticica, entre outros.

“Entre a Palavra e o Conceito” fica em cartaz até 18 de setembro, e a Roberto Alban Galeria está na Rua Senta Pua, 53, Ondina, Salvador (BA). Mais informações no site.