Quatro artistas inauguram mostras no Paço Imperial, no Rio de Janeiro

15 dez 2014, 22h34

Quatro artistas inauguram em conjunto suas exposições individuais no Paço Imperial carioca nesta quarta-feira (17).

“Fantasia Exata”, retrospectiva de Waldemar Cordeiro (1925 – 1973), pioneiro do concretismo paulista, traz 250 obras e textos escritos pelo próprio homenageado, e percorre toda sua trajetória, desde a liderança no grupo concretista Ruptura, ativo nos anos 1950 em São Paulo, até suas últimas obras de arte feitas em computador, na década de 1970. A mostra mapeia o processo criativo de um artista múltiplo, que foi também urbanista, arquiteto e paisagista.

“Entremundos”, de Cristina Canale, apresenta nove pinturas e cinco desenhos que giram em torno da figura feminina. Canale incorpora os exageros da moda e do universo das estampas.

Gisele Camargo, por sua vez, abre “Cápsulas e Luas”. A mostra apresenta quatro obras de duas fases recentes da carioca, artista contemplada pelo Edital Prêmio Honra ao Mérito Arte e Patrimônio/2013. As telas, em esmalte sintético, óleo e acrílica sobre madeira, exibem diferentes planos, fundos e formas geométricas.

Por fim, “Forma Fluida” é a primeira grande mostra dedicada à obra da artista Amélia Toledo no Rio de Janeiro e reúne cerca de 60 obras. A paulista, aos 89 anos, continua em atividade e é considerada um dos principais nomes da arte contemporânea brasileira. Para comemorar seus 65 anos de atividade artística, os curadores selecionaram trabalhos da década de 1950 até os dias atuais. Também será realizado um programa de arte educação e produzidos um livro-catálogo e uma série de pequenos documentários sobre a Toledo.

O endereço do Paço Imperial é Praça XV de Novembro, 48, no Centro do Rio de Janeiro. As quatro mostras ficam em cartaz no espaço até 01 de março de 2015. Acesse o site para mais informações.