Portas Vilaseca Galeria recebe mostra individual de Ana Hupe

13 abr 2015, 18h49

A Portas Vilaseca Galeria, no Leblon, Rio de Janeiro, abre nesta quinta-feira (16) a exposição “Bordas borradas bordões borrões”, da artista Ana Hupe.

A partir de registros feitos em uma jornada à ilha mediterrânea de Lampedusa, entre a Europa e a África, são narradas reflexões a respeito dos fluxos migratórios e das leis de obtenção da cidadania europeia por imigrantes.

Lampedusa é uma das maiores potenciais portas de entrada de africanos na Europa, em virtude da proximidade entre os continentes. A artista problematiza o valor simbólico de um território insular, de modo que as noções de sonho/ficção e realidade, início/recomeço e fim, esperança e tragédia, sejam colocadas em pauta.

Em certa medida, a artista – que possui dupla nacionalidade, brasileira e alemã – projeta em si mesma e a partir de sua passagem pelo velho-mundo a expectativa do imigrante em busca do idílio.

“Bordas borradas bordões borrões” fica em cartaz até 23 de maio. Anote o endereço da Portas Vilaseca: Avenida Ataulfo de Paiva, 1079, subsolo, 109, Leblon. Para mais informações, acesse o site da galeria.