Pelo segundo ano na SP-Arte, Espaço Solo reúne galerias com obras de um único artista

27 jan 2015, 11h41

Um dos destaques da 10ª edição da SP-Arte em 2014, o Espaço Solo retorna neste ano e reúne galerias interessadas em apresentar as obras de um único artista. A curadoria da seção fica a cargo de María Inés Rodriguéz e de Rodrigo Moura.

Sobre María Inés Rodriguéz

A colombiana é a atual diretora do Museu de Arte Contemporânea de Bordeaux, na França. Recentemente esteve à frente do programa artístico do Museo Universitario de Arte Contemporáneo (MUAC), na Cidade do México, e também teve passagens pela curadoria do Museo de Arte Contemporáneo de Castilla y León, na Espanha, do Jeu de Paume, de Paris, e foi editora da publicação francesa Point d’Ironie.

Como curadora independente e crítica de arte, trabalhou em mostras e projetos de pesquisa de estratégias de apropriação do espaço público na arte contemporânea, relacionando arte, design, arquitetura e urbanismo.

Sobre Rodrigo Moura

Por sua vez, Moura é diretor de arte e programas culturais de Inhotim, megamuseu em Brumadinho, no interior de Minas Gerais. Começou como curador adjunto e foi responsável por coordenar a criação de obras site-specific de artistas como Jorge Macchi, Marilá Dardot e Rivane Neuenschwander no espaço. Também foi curador do Museu de Arte da Pampulha, em Belo Horizonte.

Além disso, como jornalista cultural, editor e crítico de arte, teve publicações em catálogos, livros, revistas e jornais como Folha de S. Paulo, Flash Art International (Milão, Itália) e Art Nexus (Bogotá, Colômbia), entre outras.