Novo setor da SP-Arte/2015, Open Plan ocupa terceiro andar do Pavilhão da Bienal

20 fev 2015, 19h43

A 11ª edição da SP-Arte chega com uma série de novidades. A maior delas é a ocupação do terceiro andar do Pavilhão da Bienal com o novo setor Open Plan.

A mostra é parte da programação de eventos curados e está a cargo de Jacopo Crivelli Visconti. A seção apresentará esculturas, instalações e site-specific de artistas de renome, brasileiros e internacionais.

Confira os artistas participantes e suas respectivas galerias:

Amilcar de Castro [Marília Razuk, São Paulo]
Ana Vieira [Graça Brandão, Lisbon]
Andre Komatsu [Vermelho, São Paulo]
Ângela Ferreira [Filomena Soares, Lisboa]
Attila Csörgő [Gregor Podnar, Berlin]
Daniel Buren [Continua, San Gimignano]
Django Hernández [Barbara Thumm, Berlin]
Fernando Ortega [Kurimanzutto, Mexico]
Fred Sandback [David Zwirner, New York]
James Lee Byars [Michael Werner, New York]
João Loureiro [Ybakatu, Curitiba]
José Damasceno [Galeria Fortes Vilaça, São Paulo]
Julio Le Parc [Nara Roesler, São Paulo]
Maja Bajevic [Peter Kilchmann, Zurich]
Mona Hatoum [White Cube, London, São Paulo]
Neïl Beloufa [Mendes Wood dm, São Paulo]
Pedro Cabrita Reis [Niccolò Sprovieri, London]
Ricardo Basbaum [Luciana Brito, São Paulo]
Rochelle Costi [Luciana Brito, São Paulo; Celma Albuquerque, Belo Horizonte; Anita Schwartz, Rio de Janeiro]

Sobre o curador

Jacopo Crivelli Visconti é curador e escritor. Foi curador da XII Bienal de Cuenca, no Equador, e responsável por mostras como o Pavilhão Brasileiro da 52ª Biennale di Venezia, em 2007; “Sismógrafo”, no Palácio das Artes de Belo Horizonte; e “Ponto de equilíbrio”, no Instituto Tomie Ohtake.