Na Galeria Millan, pinturas de Rodrigo Bivar homenageiam bairro paulistano da Lapa

5 mai 2015, 17h39

A Galeri Millan abre nesta quinta-feira (07) uma nova mostra individual de Rodrigo Bivar. Conhecido por seu trabalho figurativo, ele apresenta obras abstratas em “Lapa”.

São cerca de 15 óleos inéditos – de grande, médio e pequeno porte – que propõem uma espécie de “jogo mental” sobre o espaço na pintura, onde a estrutura permanece, com cores e formas que aparentam se deslocar na tela.

Bivar vem se dedicando à abstração há dois anos. A mudança não implicou apenas uma transformação estética, com a cor assumindo o papel de protagonista, mas também houve renovação do processo artístico.

O preparo das tintas também mudou: a tinta à óleo leva gema de ovo, ganha em transparência e permite aos trabalhos jogos de luz. A cera de abelha, usada pelo o artista, retira o excesso de brilho da tinta.

A arquitetura do bairro da Lapa, zona oeste de São Paulo – paredes, portas, janelas –, se desfigura e, em seu lugar, surgem cores e formas que ocupam o espaço da pintura.

“Lapa” fica em cartaz até 07 de junho, e a Galeria Millan fica na Rua Fradique Coutinho, 1360. Para mais informações, acesse o site da galeria.