Na Galeria da Gávea, série fotográfica de Celso Brandão explora a condição humana no sertão de Alagoas

22.06.2017 – 11h45

A Galeria da Gávea abre no dia 22 de junho (quinta-feira) Caixa-preta, primeira individual do fotógrafo e cineasta alagoano Celso Brandão no espaço.

Com curadoria do fotógrafo Miguel Rio Branco, a mostra reúne um conjunto de imagens que são fruto de uma imersão de Brandão por seu estado natal na década de 1990. Elas retratam a passagem do tempo em uma região do sertão nordestino de tradições fortemente ligadas ao rio São Francisco, aos antigos quilombos, ao Carnaval e à cultura da cana-de-açúcar.

As fotografias, todas em preto e branco, exploram a condição humana e o meio ambiente de maneira intimista, evocando figuras como o cangaceiro e o beato.

Em 2016, a Maison Européenne de la Photographie adquiriu para seu acervo o conjunto completo das 56 obras que integram a série Caixa-preta, selecionada e organizada por Miguel Rio-Branco.

A exposição fica em cartaz até 18 de agosto no seguinte endereço: Rua Marquês de São Vicente, 431, loja A, Rio de Janeiro. Saiba mais sobre a exposição no site da Galeria da Gávea.