Listamos as mostras que abrem e as que se encerram em novembro em SP. Programe-se!

4 nov 2016, 11h10

A programação das galerias de arte paulistanas entra no último bimestre do ano com diversas novidades. Onze espaços – Casa Triângulo, Fortes Vilaça, Luciana Brito, Raquel Arnaud, Rabieh, Marília Razuk, Blau Projects, Casa Nova, Nara Roesler, Millan e Luisa Strina – inauguram novas exposições; outros seguem com as que foram abertas entre agosto e outubro.

Abaixo, selecionamos as principais atrações de algumas das galerias, além de museus e centros culturais, para as próximas semanas. Confira nossas resenhas e não deixe de visitá-las!


aberturas

(02/11) Centro Cultural Banco do Brasil: Héctor Zamora – Dinâmica não linear

 

(05/11)

Casa Triângulo: Corpos em Muda, de Eduardo Berliner

Galeria Fortes Vilaça: Terra Líquida, de Marina Rheingantz

Luciana Brito Galeria: Geraldo Industrial, de Geraldo de Barros

Galeria Raquel Arnaud: Lascas, de Alberto Martins, e Carlos Zilio 1973/1977

 

(09/11) Galeria Rabieh: Hiléia, de Antonio Saggese, e O Antropólogo-Travesti, de Stéphane Malysse

 

(10/11) Oca: Francesco Vezzoli Cinerama

 

(17/11) Andrea Rehder Arte Contemporânea: Café da Manhã, de Gilberto Salvador

 

(18/11) Galeria Marília Razuk: Milagre, de Vanderlei Lopes

 

(19/11)

Blau Projects: Porque somos elas e eles

Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea: O que tem por trás do tempo

Galeria Nara Roesler: Cromofilia vs. Cromofobia – investigações da cor

Baró Galeria: Matuto. Matreiro?, de Fábio Baroli, e Terra Firme, de Pedro Vaz

 

(22/11)

Galeria Millan: Ocidente, de Felipe Cohen

Galeria Luisa Strina: Cae la tarde, de Pablo Accinelli


terminam neste mês

(até 05/11)

Galeria Luisa Strina: Homo Ludens

Galeria Nara Roesler: Handmade, de Vik Muniz, e Barracão, de Hélio Oiticica

Galeria Marília Razuk: BR 122: notícias de viagens à caatinga, de Mabe Bethônico

Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea: Ulla! Ulla! Ulla! Ulla!

Vermelho: Null or Blank, de Marcelo Cidade, e Fructose, de Ivan Argote

Galeria Mezanino: Profusão, de Shima, e Escalas Variáveis, de Siri

 

(até 11/11) Mendes Wood DM: Deserto-Modelo as above so below, de Lucas Arruda

 

(até 12/11)

Galeria Superfície: Avesso, de Rita Damasceno

Galeria Millan: Pálpebras, de Tunga

Mendes Wood DM: Circa MMXVI New and previews works, de Anna Bella Geiger

 

(até 15/11) MASP: Portinari Popular

 

(até 18/11) Carbono Galeria: Dublê de Corpo

 

(até 19/11)

Galeria Pilar: Verba Volant (Never Write Bullshit), de Casari & PPPP

Bolsa de Arte de Porto Alegre: O Diáfano da Alexitimia, de Thomas Baccaro, e A Outra Mão, de Francisco Faria

Zipper Galeria: Encyclopaedia Privata, de Camille Kachani, e And listen to the wind blow, de Diana Motta

Galeria Leme: Próprio-Impróprio, de Frederico Filippi e Raphael Escobar

 

(até 20/11) Paço das Artes: Migrações, de Marcelo Brodsky

 

(até 26/11)

Bergamin & Gomide: Tudo Jóia

Galeria Marcelo Guarnieri: obverso // reverso, de Pedro Hurpia