Listamos as mostras que abrem e as que se encerram em janeiro em SP. Programe-se!

12 jan 2017, 9h55

A programação das galerias de arte paulistanas entra em 2017 com diversas novidades. Seis espaços – Bolsa de Arte, Mezanino, Zipper, Central, Vermelho e Millan – inauguram novas exposições; outros seguem com as que foram abertas entre novembro e dezembro.

Abaixo, selecionamos as principais atrações de algumas das galerias, além de museus e centros culturais, para as próximas semanas. Confira nossas resenhas e não deixe de visitá-las!


aberturas

(12/01) Bolsa de Arte de Porto Alegre: coletiva de acervo

 

(17/01)

Galeria Mezanino: OJardim, de Daniel Malva

Zipper Galeria: 8º Salão dos Artistas sem Galeria

 

(18/01) Central Galeria: Duas Naturezas

 

(24/01) Vermelho: Escritexpográfica, de Fabio Morais, e Pausa, de Tania Candiani

 

(25/01) Centro Cultural Banco do Brasil: O Corpo é a Casa, de Erwin Wurm

 

(26/01) Galeria Millan: Que dia feliz hoje ainda vai ser, de Guilherme Ginane

 

(31/01) Anexo Millan: Nósoutros, de Bob Wolfenson


terminam neste mês

(até 14/01)

Zipper Galeria: Imagem-Movimento

Fita Tape: Processo Cruzado, de Renato Custódio

 

(até 15/01) Instituto Tomie Ohtake: I love you baby, de Leda Catunda

 

(até 18/01) Andrea Rehder Arte Contemporânea: Café da Manhã, de Gilberto Salvador

 

(até 21/01)

Vermelho: Coletiva e Diário, de Marilá Dardot

Galeria Marcelo Guarnieri: Onde não deveria estar, de Ana Sario

 

(até 22/01) Masp: A Mão do Povo Brasileiro

 

(até 28/01)

Galeria Luisa Strina: Cae la tarde, de Pablo Accinelli

Galeria Leme: Aquarelas, de Antonio Malta Campos

 

(até 29/01)

Masp: Trabalho, de Thiago Honório, e Convocatória para um Mobiliário Brasileiro

MuBE: Remotupy, de OPAVIVARÁ!, e Paisagens Invisíveis

 

(até 30/01) Pinacoteca de São Paulo: Coleções em diálogo: Museu Paulista e Pinacoteca de São Paulo

 

(até 31/01) Ricardo Camargo Galeria: Pop, Nova Figuração e Após