Galeria Vermelho inaugura sua primeira individual de Marcelo Moscheta

18 mar 2016, 13h54

A Galeria Vermelho inaugura na próxima terça-feira (22) sua primeira individual de Marcelo Moscheta. Intitulada “Sete Quedas”, a exposição problematiza questões ligadas à passagem e interferências do homem – como construções, alterações na topografia e sistematização da divisão do globo terrestre – em diferentes paisagens.

A instalação que dá título à mostra ocupa a sala principal do espaço e é composta por um andaime de cinco metros de altura e sete desenhos em grafite sobre PVC. Suas imagens representam sete cachoeiras sublimadas de suas paisagens naturais por grandes obras de engenharia.

O título e desenhos fazem referencia à história do Salto de Sete Quedas, que, em 1982, teve suas 19 cachoeiras alagadas para a construção da Usina Hidroelétrica de Itaipu.

Entre as outras obras expostas, destaque para “Homo Faber”, em que Moscheta representa 40 pontas líticas em um conjunto de desenhos feitos com grafite sobre PVC; e “Em Fundo Infinito”, que registra ruínas de uma construção rudimentar no meio do deserto do Atacama.

“Sete Quedas” fica em cartaz até 16 de abril. Anote o endereço: Rua Minas Gerais, 350, Higienópolis. Mais informações no site da galeria.