Galeria Emma Thomas exibe trabalhos de Theo Firmo que refletem sobre perda e ausência

23 nov 2015, 19h39

A Galeria Emma Thomas apresenta, a partir desta quinta-feira (26), a individual “Meio Fim”, de Theo Firmo.

O eixo são oito desenhos produzidos a partir de incisões sobre superfícies de mármore, apresentadas em uma instalação. A escolha do material faz referência tanto às lápides de túmulos quanto a fósseis minerais. Nesse trabalho, o artista reflete sobre a ideia de perda e ausência, tanto na linguagem como nas relações.

Para atentar a esse espaço entre uma mensagem e seu, Firmo mostra uma série de gestos que se aproximam do balbuceio, uma expressão irrepetível que nasce e morre ao mesmo tempo.

O título da mostra faz referência ao que a comunicação e a morte têm em comum, deixando de lado o desejo e o princípio.

“Meio Fim” fica em cartaz até 09 de janeiro. Anote o endereço: Rua Estados Unidos, 2205, Jardins. Mais informações no site da galeria.