Fotógrafo registra pôr do sol nos 24 fusos horários em apenas um dia

12 out 2014, 20h18

O fotógrafo britânico Simon Roberts teve a sorte de um entrar em um projeto inspirador: ele foi convidado pela Citizen para registrar o pôr do sol nos 24 fusos horários existentes no mundo. O desafio, que ele aceitou, é claro, era fazer essas fotografias em apenas 24 horas.

Para tal façanha, Roberts precisou utilizar pequenos aviões e voar na direção da rotação da Terra. Isso permitiu ao artista registrar um dos momentos mais bonitos do dia em todos os fusos horários do planeta. O projeto, chamado Chasing Horizons, pode ser acessado no site da Citizen.

O fotógrafo saiu da Islândia e voou em direção ao polo Norte. Nessa região, a distância entre os fusos horários é menor. Se fizessem a mesma viagem na linha do Equador, teria que voar a mais de 1.600 quilômetros por hora para atingir o mesmo objetivo.

Em entrevista à Reuters, Roberts disse em tom de brincadeira: “Jamais achei que fizesse uma série sobre pôr do sol porque esse é provavelmente um dos principais clichés da fotografia.”

A equipe fez a viagem em fevereiro, quando os dias são mais longos, claros e brilhantes. Eles antecedem os dias polares, em março, quando o sol nunca se põe na região.