Em seus dois espaços, Galeria Fortes Vilaça apresenta obras da dupla cubana Los Carpinteros

23 out 2015, 12h21

A Galeria Fortes Vilaça apresenta a partir da próxima terça-feira (27) “El Pueblo Se Equivoca”, individual da dupla cubana Los Carpinteros que ocupa seus dois espaços: a galeria na Vila Madalena e o galpão na Barra Funda.

Os trabalhos dialogam com temas brasileiros atuais, carregados de crítica político-social e ironia que marcam a obra dos artistas.

No Galpão são apresentados dois trabalhos. A instalação “Galletas Dulces” é uma linha de montagem que fabrica biscoitos com conceitos extraídos de jornais − Corrupção, Reforma Política, Olimpíadas, entre outros. Já “Constrictora” é uma cobra de 16 metros de comprimento, cuja pele é formada por broches de campanhas eleitorais com as siglas dos principais partidos brasileiros.

Os trabalhos na Galeria, por sua vez, têm críticas político-sociais mais sutis. Na série “Tijolo de tijolo”, são apresentadas peças de cerâmica em que cada unidade é criada com a união de vários outros tijolos, miniaturas da forma maior. Em “Sobres”, uma série de envelopes assume diversas formas, uma reinterpretação poética de um material banal e burocrático.

Na obra que dá nome à mostra, os artistas apresentam uma maquete de madeira inspirada em prédios estatais. Em sua fachada, as janelas são letras formando a frase: “El Pueblo Se Equivoca” (O povo se equivoca).

A exposição fica em cartaz simultaneamente nos dois espaços até o mês de novembro. A Galeria Fortes Vilaça fica na Rua Fradique Coutinho, 1500, e o Galpão está na Rua James Holland, 71. Mais informações no site.