Domingo é dia de ir para a Paulista!

09.03.2018 – 17h07

A cada nova inauguração de um centro cultural, a Avenida Paulista amplia seu lugar de destaque como destino certo para os amantes das artes. A programação deste final de semana é um exemplo das inesgotáveis possibilidades que a avenida mais importante da cidade oferece. No próximo domingo, 11/03, nosso corredor cultural recebe uma agenda extensa num dia de celebração entre seis de suas instituições, a Paulista Cultural. Casa das Rosas, Centro Cultural Fiesp, IMS Paulista, Itaú Cultural, Japan House e Masp se juntam no evento, inspirado no Museum Mile, na 5ª avenida nova-iorquina.

A programação ganha ainda mais um tempero: parte da agenda do dia será uma dança das cadeiras entre as instituições. Cada uma delas vai receber um projeto proposto por outro centro cultural. Confira alguns destaques da programação:

 

(1) CASA DAS ROSAS

Este belo casarão voltado à literatura terá feira de livros vendidos com desconto, distribuição gratuita de publicações, oficinas de colagem, contação de histórias e apresentação de música caipira. Na programação de intercâmbio, o IMS leva uma “Sericleta” para o espaço, unidade móvel que produz materiais gráficos.

 

(2) CENTRO CULTURAL FIESP

A exposição “Circonjecturas” reúne quarenta obras do artista Rafael Silveira. A mostra tem curadoria de Baixo Ribeiro e está aberta para visitação ao lado de “São Paulo: sinfonia de uma metrópole”, com fotografias do alemão Theodor Preising, que retratou a cidade na primeira metade do século XX. Paralelamente às mostras, Almir Sater solta a voz num show gratuito às 16h. A Japan House leva para a Fiesp uma apresentação de contos japoneses, às 11h30.

 

(3) INSTITUTO MOREIRA SALLES

A exposição do artista albanês Anri Sara, “Momento presente”, que reúne cinco videoinstalações do artista, e a mostra de Chichico Alkmim, cujas fotos na primeira metade do século XX retratam Minas Gerais, estão entre as mostras mais relevantes em cartaz na cidade. Às 13h, o museu oferece uma visita mediada pelos dois espaços. Na sala de cinema serão exibidos quatro longas, entre eles “Cabra marcado para morrer”, de Eduardo Coutinho, e “Posfácio”, de Leon Hirszman. Como parte da troca de programações das instituições, o Centro Cultural Fiesp leva Rafael Silveira para o IMS para realizar uma oficina de autorretratos.

 

(4) ITAÚ CULTURAL

A Ocupação Angel Vianna é uma exposição imersiva no universo da bailarina e coreógrafa que, desde a década de 50, é um dos maiores nomes da dança no país. Por ali, haverá também uma programação dominical para as crianças de contação de histórias. A Japan House será representada no térreo do Itaú Cultural pelo duo contemporâneo de Shamisen e Taiko, executado pelos músicos Yuzo Akahori e Yoohey Kaito.

 

(5) JAPAN HOUSE

O artista contemporâneo Takesada Matsunani exibe duas obras em adesivo de vinil, marca da obra do japonês. Durante a Paulista Cultural, Matsunani realiza oficinas de desenho e colagem para os pequenos. Outro destaque é o workshop de Furoshiki, arte milenar japonesa de envolver objetos com tecidos, que será oferecido às 11h. O centro cultural japonês aceitou receber o projeto proposto pela Casas das Rosas, em que pequenos poemas de Haroldo de Campos e Guilherme de Almeida serão declamados por atores.

 

(6) MASP

A entrada do museu será gratuita no próximo domingo, para visitar as exposições “Imagens do Aleijadinho”, “Maria Auxiliadora: vida cotidiana, pintura e resistência”, “Tunga: o corpo em obras” e “Acervo em transformação”. Sua programação de música inclui o samba de roda do grupo Garoa do Recôncavo, da Casa Mestre Ananias, às 12h, e show da sambista Geovana, às 16h30. Já na dança das cadeiras entre as instituições, o Masp se rende à técnica tradicional de embrulho do Furoshiki, com um workshop aberto ao público às 14h.

Consulte a programação completa no Facebook do evento.

#respirearte