Confira as exposições que abrem e as que se encerram em janeiro na capital paulista

22 jan 2016, 17h58

A programação das galerias de arte paulistanas começa a se aquecer nesta segunda metade de janeiro. Nove delas – Baró, Emma Thomas, Leme, Zipper, Mezanino, Millan, Choque Cultural, Vermelho e Fortes Vilaça – inauguram novas exposições; outras seguem com as abertas nos meses de novembro e dezembro.

Abaixo, selecionamos as principais atrações de algumas das galerias que participam da SP-Arte para as próximas semanas. Confira nossas resenhas e não deixe de visitá-las!

Novas aberturas:

09/01 – Baró Galeria: “Menos é mais”
14/01 – Galeria Emma Thomas: “#ImmediateAttention”, de Thierry Geoffroy
19/01 – Galeria Leme: “Totemonumento”
19/01 – Zipper Galeria: “Imagem em processo”, de Márcio H. Mota
19/01 – Galeria Mezanino: “O melhor de cada um”
20/01 – Galeria Millan: Ana Prata
25/01 – Choque Cultural: “LabCidade”
27/01 – Galeria Vermelho: “Notações”, de Chiara Banfi
28/01 – Galeria Fortes Vilaça: “Tertúlia”
30/01 – Blau Projects: Território, Povoação”

Mostras que se encerram na última semana de janeiro:

Galeria Jaqueline Martins: Dudu Santos (até 23 de janeiro)
Galeria Raquel Arnaud: Arthur Luiz Piza (até 30 de janeiro)
Galeria Millan: Ana Prata (até 30 de janeiro)
FASS: “A placa mágica”, de Francisco Moreira da Costa (até 30 de janeiro)
Galeria Luisa Strina: “Armazém de mim”, de Marepe, e “Coleções 10” (até 30 de janeiro)
Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea: “Presença”, de Carla Chaim (até 30 de janeiro)
Ricardo Camargo Galeria: Wesley Duke Lee (até 30 de janeiro)

Acompanhe a SP-Arte no Facebook, Twitter e Instagram e fique ligado nas novidades!

#spartepicks