A SP-Arte de cada um

9 abr 2018, 12h27

Que sensações uma obra de arte pode provocar? Paixão, identificação, repulsa, reflexão, distração, curiosidade… A lista, que poderia se estender indefinidamente, não seria capaz de compreender a particularidade dos sentimentos que as criações artísticas geram em cada espectador.

Multiplique essa possibilidade por milhares de visitantes em um lugar que convida à imersão, onde as obras de alguns dos artistas mais importantes da contemporaneidade e galerias renomadas do mundo todo dividem o mesmo espaço. Bem-vindo à SP-Arte/2018!

Acreditamos que cada obra é um espelho que reflete o sentimento de quem as cria e provoca em que as vê diferentes percepções. Promover o encontro destes olhares através da arte é o nosso papel. Entre os dias 11 e 15 de abril, nosso compromisso é garantir que o Pavilhão da Bienal seja o espaço onde visitantes, artistas, curadores, colecionadores, admiradores ou interessados vivam suas próprias experiências.

Em tempos de massificação de opiniões e de tentativas de restringir a produção artística e o acesso do público a obras e exposições, nos orgulhamos uma vez mais em oferecer um ambiente plural e democrático onde não há qualquer imposição sobre o que é certo ou errado, belo ou feio. Justamente por entendermos que cada um sente, se expressa e é tocado pela arte ao seu modo.

Que a livre expressão artística, a reunião dos diferentes estilos e das mais variadas origens, o respeito à criação e experiência individuais dos artistas e visitantes ao longo dos 5 dias do Festival sejam um esboço para que os demais 360 dias do ano deixem o caminho livre para a arte.

 

#sparte2018

#respirearte