SP-Arte 2020
SP-Arte 2019

Ricardo Graham Ferreira

Nova Friburgo, Brasil

Sobre

É em meio à paz das bucólicas e inspiradoras montanhas de Nova Friburgo, região Serrana do Rio de Janeiro, que Ricardo Graham Ferreira – oEbanista, cria e produz suas peças de maneira artesanal, no tempo humano, no tempo natural das coisas. Desde 2006, Ricardo trabalha a madeira de forma quase simbiótica, utilizando técnicas artesanais e tradicionais que aprendeu durante os intensos quatro anos de estudos com mestres ebanistas do sul da França e do norte da Itália.

A escolha da Ebanesteria, um ofício quase extinto no mundo contemporâneo, surgiu da paixão de Ricardo pela madeira e suas infinitas possibilidades. O respeito pelo material e o prazer de dar vida aos seus desenhos com suas próprias mãos, utilizando espécies tropicais adquiridas de manejo florestal, ou então trabalhar verdadeiras joias raras que são as madeiras protegidas e até em extinção, mas que chegam até o artista advindas de demolições de casarões antigos ou de outras construções são, sem dúvida, duas de suas maiores satisfações como profissional.

Todo esse ciclo acontece alinhado com um discurso verdadeiro, vivido todos os dias por Ricardo e sua família - que mora a poucos metros de distância da oficina em que trabalha -, através de processos renováveis e sustentáveis, que imprimem um frescor real em um mundo saturado pela urgência do tempo virtual. “O diferencial do meu trabalho é a minha expressão: esta não teve escola. É aí que emprego um conhecimento mais íntimo, onde a individualidade ganha forma: curvas, tons de madeira, encaixes. É uma linguagem, uma comunicação em forma de objeto”, explica.

Alguns itens do seu portfolio já ganharam o mundo pela sua originalidade e linguagem universal, como o banco Sela, famoso pela sua ergonomia perfeita e design ao mesmo tempo robusto e leve. A peça já rodou os quatro cantos do mundo e recebeu importantes prêmios. O mesmo banco é fabricado tanto no seu ateliê como passou a ser produzida pela tradicional movelaria dinamarquesa PP Mobler, conhecida por executar, através de seus “artistas da madeira”, desenhos de Hans J. Wegner, Zaha Hadid, Verner Panton, entre outros, colocando o trabalho de Ricardo ao lado de gigantes do design mundial. Assim como o banco Aragonez do Serrado, outra peça importante da carreira de Ricardo, inspirada no banco trovador, no cerrado brasileiro e na Espanha medieval de Miguel de Cervantes, que é fabricado pela Elon Móveis de Design de Petrópolis, também no Rio de Janeiro. A cadeira 3 Pés, outro destaque de seu acervo, caiu no gosto de colecionadores e apreciadores do bom design.

O tempo e a experiência fizeram surgir em Ricardo a vontade de passar adiante o ofício, “Acredito que as pessoas se interessam pelo meu trabalho porque ele é acessível, no sentindo de que percebemos nele que cada um de nós podemos fazer uma peça com as próprias mãos, com nossa própria força de trabalho. Não há atalhos para o aprendizado prático e as pessoas reconhecem esta qualidade em um trabalho feito à mão”, completa Ricardo. Por este motivo, Ricardo ministra palestras, bate-papos e cursos no Brasil e no mundo, compartilhando sua expertise com os admiradores da arte.

Direção

Ricardo Graham Ferreira
Maria Eduarda Carneiro da Cunha



Como Chegar

Nova Friburgo
Estrada do Belório, 105
2861548
Nova Friburgo, RJ
11979951241
projetos@oebanista.com.br

Perfil SP‑Arte

Assine e fique por dentro dos principais acontecimentos do mundo da arte