Mendes Wood DM recebe individual de Cibelle Cavalli Bastos e coletiva curada por Milovan Farronato

1 jun 2016, 15h27

Duas novas mostras estão em cartaz na galeria Mendes Wood DM: Mil Maneiras de Matar Um Monstro, individual de Cibelle Cavalli Bastos, e Prediction, coletiva com curadoria de Milovan Farronato.

Em sua nova série, Cavalli Bastos trabalha com vídeo-instalações, esculturas em látex, cerâmicas, pinturas e outras mídias, trazendo ao centro de discussão questões a respeito das construções de identidade, seja de gênero, cultural, social ou politica. O “monstro”, apontado pela artista, é qualquer ato de normatividade que divide o ser do humano, que separa o corpo da essência.

A interdisciplinaridade é uma marca da pesquisa da artista paulistana. Suas narrativas quebram dicotomias entre imagem e som, unem massa e espaço e exploram a questão do corpo e o conceito de multimídia.

 

Coletiva Prediction

Simultaneamente, a coletiva Prediction exibe trabalhos em mídias diversas, como audiovisual, escultura, pintura, fotografia e performance.

Com curadoria de Milovan Farronato – diretor do Fiorucci Art Trust, em Londres – a exposição discute gênero, sexo e religião a partir das obras de artistas brasileiros e estrangeiros, como Erika Verzutti, Julie Béna, Runa Islam, Haroon Mirza, Christodoulos Panayiotou e Solange Pessoa, entre outros.

 

Serviço

Tanto Mil Maneiras de Matar Um Monstro quanto Prediction ficam em cartaz na Mendes Wood DM até 06 de agosto. O endereço é Rua da Consolação, 3358, Jardins. Saiba mais sobre as mostras no site da galeria.