Coletiva na filial paulistana da Bolsa de Arte explora limites de linguagem e autoria

13 mai 2016, 18h20

A filial paulistana da Bolsa de Arte de Porto Alegre destaca a partir da próxima quinta-feira (19) a exposição Unânime Noite, coletiva que tem curadoria de Bernardo José de Souza.

Tomando por inspiração obras de célebres escritores argentinos modernos como Julio Cortázar e Jorge Luis Borges, Souza reuniu artistas como Anna Franceschini, Cristiano Lenhardt, Daniel Jablonski, Érika Verzutti, Felipe Braga, Luiz Roque, Marcos Chaves, Sara Ramo, Daniel Steegmann Mangrané, Marilá Dardot e Saint Clair Cemin.

A mostra é uma espécie de romance-exposição, organizada em formato de livro e com capítulos que podem ser vistos de forma interdependente. Como no Jogo da Amarelinha, de Cortázar, há uma ordem de leitura proposta pelo curador, mas há também a criada por cada espectador.

Ao todo, participam 28 artistas com mais de 30 obras – muitas inéditas – que questionam os limites da linguagem e da autoria.

Unânime Noite, fica em cartaz até 02 de julho na Rua Mourato Coelho, 790, Pinheiros. Saiba mais no site da galeria.