Balanço
2013


A SP-Arte/Foto celebrou sua sétima edição com novas galerias e o reconhecimento, sempre crescente, da fotografia na criação artística contemporânea.

Este ano, tiveram estreia na Feira as galerias A Casa da Luz Vermelha, de Brasília; Kamara Kó, de Belém; Eduardo Fernandes e Jaqueline Martins, de São Paulo; e Tempo, do Rio de Janeiro. Retornaram as galerias Celma Albuquerque, de Belo Horizonte; SIM, de Curitiba; Gávea, Laura Marsiaj e Pequena Galeria 18, do Rio de Janeiro; Arte 57, ArtEEdições, Baró, Casa Triângulo, Dan, FASS, Fauna, Fotospot, IMS, Leme, Logo, Luciana Brito, Lume, Millan e Nara Roesler, todas de São Paulo.

Pelos espaços do evento circularam críticos, curadores, galeristas, colecionadores, artistas e público, todos convidados a dialogar e a aproveitar esses cinco dias de intenso contato e fruição.

Mais uma vez, contamos com a presença e o apoio da Oi, do Credit Suisse Hedging-Griffo e do Shopping JK Iguatemi, que demonstram, através dessa iniciativa, forte compromisso com as artes visuais no Brasil. Também agradecemos as cordiais parcerias estabelecidas com Air France, Arte Hall, Bertolucci, Chandon, Etel, Estadão, Illy, Livraria da Vila, Perrier, Punto e Filo, Quadro Vivo, seLecT e Zum. Finalmente, parabenizamos todos os expositores pela excelência das obras selecionadas, cujas qualidade e diversidade contribuem para o enriquecimento do repertório visual do evento, transformando-o em um acontecimento único na agenda cultural do país.


destaques

A SP-Arte é reconhecida pelos encontros que promove e que não se limitam ao espaço do evento – são encontros entre obra, público, texto e imagem.

Em colaboração com as revistas seLecT Zum, além do jornal O Estado de S. Paulo, um Ciclo de Encontros entre fotógrafos, artistas e críticos foi realizado no auditório da Livraria da Vila, no 2º piso do Shopping JK Iguatemi.

Ainda, a fim de pôr em pauta a dimensão temporal, a SP-Arte apresentou uma cuidadosa seleção de fotografias vintage dos anos 1950 e 1960 no Brasil, através de Paulo, José e Ademar | 3 modernos, com curadoria de Isabel Amado e Iatã Cannabrava, além de texto de Christine Mello.

Além do Programa Cultural oferecido ao público, a SP-Arte trouxe ao Brasil curadores estrangeiros de fotografia: Shoair Mavlian, da Tate Modern, Londres e Leo Rubinfien, curador da retrospectiva de Garry Winogrand.