Rodrigo Bueno, "Moitas e rebentos", 2022. Grades, madeiras, pedras e plantas. Dimensões variadas. Cortesia: Galeria Marilia Razuk
Rotas Brasileiras

Ana Carolina Ralston organiza "Brasilidade tridimensional", dedicada à escultura, na nova feira da SP–Arte

SP–Arte
15 ago 2022, 12h18

Depois de apresentar a exposição Arte e tecnologia: uma revolução em curso e Arte Natureza: ressignificar para viver nas edições passadas, a curadora e jornalista Ana Carolina Ralston organiza, em Rotas Brasileiras, uma mostra inédita intitulada Brasilidade tridimensional, com obras de artistas fundamentais para se pensar na tradição da escultura brasileira, como Francisco Brennand, Marepe e Tomie Ohtake, a serem expostas na área externa da ARCA.

Nas palavras da curadora, “os materiais eleitos são tão múltiplos quanto suas formas. Sejam eles produzidos pelo homem ou presentes de forma pura na natureza, sua presença final é a materialização de um embate entre sobrevivência e coexistência. As esculturas, rasteiras ou em busca do céu, entrelaçam o caminho dos visitantes desta edição da SP–Arte com o intuito certo de relembrar que a arte está dentro e fora de tudo e de todos”.

Acima: Rodrigo Bueno, "Moitas e rebentos", 2022. Grades, madeiras, pedras e plantas. Dimensões variadas. Cortesia: Galeria Marilia Razuk

Mario Cravo Júnior, "Alado IV", déc. de 1960. Ferro, 260 x 216 x 180 cm. Cortesia: Pinakotheke
Marepe, "Você tem fome de quê?", 2008. Metal e tinta, 295 x 78 x 63 cm. Crédito: Galeria Luisa Strina

Mario Cravo Júnior, "Alado IV", déc. de 1960. Ferro, 260 x 216 x 180 cm. Cortesia: Pinakotheke

Marepe, "Você tem fome de quê?", 2008. Metal e tinta, 295 x 78 x 63 cm. Crédito: Galeria Luisa Strina

Francisco Brennand, "Cavalo de Troia", 2000. Cerâmica vitrificada, 277 x 95 x 81 cm. Foto: Rafael Salim. Cortesia: Gomide & Co

Francisco Brennand, "Cavalo de Troia", 2000. Cerâmica vitrificada, 277 x 95 x 81 cm. Foto: Rafael Salim. Cortesia: Gomide & Co

Tomie Ohtake, Sem Título, 2006. Créditos: Galeria Nara Roesler

Tomie Ohtake, Sem Título, 2006. Créditos: Galeria Nara Roesler

Túlio Pinto, "Linha de Terra #9.1", 2019. Vidro, aço e pedra, 210 x 170 x 285 cm, ed: 1/3. Cortesia: Millan
Lucas Dupin, Escultura da série "Da memória vegetal", 2022. Aço, concreto e plantas, 160 x 240 x 5 cm. Cortesia: Galeria Lume

Túlio Pinto, "Linha de Terra #9.1", 2019. Vidro, aço e pedra, 210 x 170 x 285 cm, ed: 1/3. Cortesia: Millan

Lucas Dupin, Escultura da série "Da memória vegetal", 2022. Aço, concreto e plantas, 160 x 240 x 5 cm. Cortesia: Galeria Lume

Carmela Gross, "Rouge", 2022. Batom sobre carrinho de pipoca, 185 x 126 x 70 cm. Cortesia: Galeria Vermelho
José Spaniol, Sem título, da série "O Descanso da Sala" (cadeira), 2006/2011. Aço inoxidável, 400 x 45 x 45 cm (cada). Cortesia: Dan Galeria

Carmela Gross, "Rouge", 2022. Batom sobre carrinho de pipoca, 185 x 126 x 70 cm. Cortesia: Galeria Vermelho

José Spaniol, Sem título, da série "O Descanso da Sala" (cadeira), 2006/2011. Aço inoxidável, 400 x 45 x 45 cm (cada). Cortesia: Dan Galeria

Em consonância com a ideia de rotas em aberto, a curadora diz que “as trilhas que percorrem a mostra seguem por diferentes regiões, da Bahia ao Rio Grande do Sul, passando por São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais entre outros tantos estados que juntos compõem o mapa das artes nacional”.

Rotas Brasileiras acontece de 24 a 28 de agosto de 2022, no espaço da ARCA, em São Paulo.

Antonio Bokel, "Ciclo despertar", 2018. Crânios em cimento, bronze, terra e abacate, Dimensões variáveis. Cortesia: AM Galeria de Arte

Antonio Bokel, "Ciclo despertar", 2018. Crânios em cimento, bronze, terra e abacate, Dimensões variáveis. Cortesia: AM Galeria de Arte

Rodrigo Sassi, "Sobre o momento de parar", 2022. Madeira e metal, 125 x 250 x 125 cm. Cortesia: Central Galeria

Rodrigo Sassi, "Sobre o momento de parar", 2022. Madeira e metal, 125 x 250 x 125 cm. Cortesia: Central Galeria

Verena Smit, "Desesperar jamais", 2019. Neon e ferro, dimensões variadas. Cortesia: Galeria Karla Osorio

Verena Smit, "Desesperar jamais", 2019. Neon e ferro,
dimensões variadas. Cortesia: Galeria Karla Osorio

Perfil SP–Arte

Crie seu perfil SP–Arte para receber nossas newsletters, criar suas coleções e ter uma experiência personalizada no nosso site