Luciana Brito Galeria inaugura sua primeira mostra individual de Augusto de Campos

28.06.2017 – 9:40 am

A Luciana Brito Galeria abre no dia 1º de julho (sábado) a mostra O Pulsar, primeira individual de Augusto de Campos em seu espaço, que apresenta uma seleção de trabalhos realizados pelo artista entre 1974 e 1983.

Com curadoria de Daniel Rangel, a exposição apresenta pela primeira vez, nos mais de 60 anos de carreira de Augusto, suas obras em uma galeria de arte.

O recorte temporal revela uma produção marcada pela transição do analógico para o digital. Os poemas são apresentados sob a forma de cartazes com tipografias adesivas (letra-set), vídeos e serigrafia, evidenciando a maneira com que o artista explora o desenvolvimento tecnológico do período.

Como sugere seu título, a mostra orbita em torno do poema “O Pulsar” (1975), da série “Stelegramas”, considerado como o primeiro “poema constelação” de Augusto de Campos e que tem duas versões em cartaz apresentadas na sala central da galeria.

Também ganham destaque outros “poemas estelares” do mesmo período: “S.O.S”, “Todos os sons” e “Inestante”. O vídeo aparece também como suporte, como na versão de “O Pulsar” musicada por Caetano Veloso (1985) e “Todo está dito” (1974/2016).

O Pulsar segue em cartaz na Luciana Brito até 22 de julho. O endereço é Avenida Nove de Julho, 5.162. Saiba mais no site da galeria.